sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Dica 2: Como montar o seu Deck!

1
Decida seu estilo de jogo - Isso é importante, uma vez que determina o tipo de duelista pelo qual você se tornará conhecido. 
Você é um duelista explosivo que rapidamente invoca, ataca e ativa cartas, ou do tipo estrategista que analisa sua mão e o campo antes de fazer um movimento? Ou, quem sabe, o tipo de duelista que remove cartas do jogo para que o seu oponente não possa usá-las novamente? Decidir o seu tipo irá ajudar a escolher o tipo do seu baralho.

2
Escolha o tipo de baralho - um baralho temático, ou um que segue um tema específico de cartas. 
Nunca tenha um baralho com muitas cartas, pois dessa forma você não irá conseguir tirar algumas cartas importantes para combinações.

3
Escolha o seu baralho base – É preferível um baralho temático, já que são de mais fácil jogabilidade. 
Consulte as dicas para saber mais sobre os tipos de baralho.

4
Escolha os seus monstros - Depois de saber com que baralho você quer jogar, e como você quer jogar, escolha seus monstros base. 
Cada tipo de baralho tem pelo menos 10 monstros principais. Uma vez que você coloque-os em na sua lista de cartas, adicione as cartas suporte apropriadas. Mantenha por volta de 18 cartas, a menos que você realmente precise de mais, como é o possível caso de monstros “Heróis Elementais”.

5
Controle a quantidade – Você deve ter:
  • LV 1-4: Por volta de 12 cartas
  • LV 5-6: Por volta de 4 cartas
  • LV 7-8: 1 ou 2 cartas
  • LV 9 e superiores: Nunca mais que 2 cartas
6
Escolha suas magias – Aproximadamente 1/3 de suas 12 magias devem ser para suporte ou combinação de monstros. 
O restante pode ser escolhido a seu gosto. Coloque-as na sua lista assim que terminar de escolher.

7
Escolha suas armadilhas – 10 armadilhas, nem mais, nem menos, independente do tipo de baralho que você escolheu. 
A única exceção é para baralhos que realmente dependem das armadilhas, como por exemplo, baralhos com um número alto de monstros fracos. Entre estas 3 a 5 cartas devem ser relacionadas com o seu tipo de baralho, e o resto deve ser composto por cartas como “Mirror Force”, “Dimensional Prison”, e “Bottomless Trap Hole”.

8
Organize suas cartas e certifique-se de que elas formam uma boa combinação. 

Não adianta ter cartas que não irão se encaixar no baralho como um todo. Liste as cartas que você precisa para melhorar o seu baralho e foque em conseguir comprá-las. Observe as cartas que seus oponentes usam. Também adicione cartas genéricas em seu baralho secundário para você usar depois, entre duelos.

9
Vá pegar as cartas – Agora você terá que encontrar as cartas que você precisa. 
Vá sempre às lojas de cartas locais e pergunte a respeito de trocas ou venda de cartas separadas.

10
Comece a jogar com amigos e jogadores locais para diversão e para descobrir mais a respeito do seu baralho, como por exemplo, descobrir as suas fraquezas.


11
Depois de alguns jogos, é hora de cobrir suas fraquezas e explorar seus pontos fortes, além de modificá-lo com novas cartas de suporte. 
Nesse ponto, você provavelmente já terá se livrado de 5 cartas e as substituído por cartas mais úteis.

12
Em seguida, repita o processo de jogar e modificar as cartas, sem nunca temer estar modificando o baralho perfeito. 
Um baralho deve estar sempre mudando, com novas cartas adicionadas a cada semana de jogo.

13
Metade de seu baralho deve ser composta de cartas de monstros. 

Uma carta de monstro pra cada carta mágica/armadilha. Esse é um bom ponto de partida. Você provavelmente irá terminar com um pouco mais de 20 monstros.

14
Escolha seus baralhos. 

Baralhos estruturais são bons para cartas que trabalham em conjunto e são do mesmo tipo, mas que não tenham monstros “synchro” ou “tuner”. Baralhos de iniciantes possuem vários diferentes tipos de cartas e cartas synchro/tuner. Compre suas cartas preferencialmente em uma loja local, porque os pacotes vendidos nessas lojas possuem no verso informação a respeito de qual variedade de cartas contidas nele. Outra opção são sites especializados que vendem todos os pacotes, o que significa que você encontrará de tudo. Além disso, esses sites vendem todas as cartas separadas, o que permite que você adquira cartas extremamente raras. O preço é alto, mas se for algo que você realmente quer, vale a pena.

15
Você deve ter aproximadamente 13 monstros level 4 ou inferior. 

Eles podem ser de três tipos: monstros normais, monstros de efeito e monstros “tuner”. Balanceie o número de monstros de cada um desses tipos em seu baralho.
  • Monstros normais, com borda amarela e sem efeito que não requerem tributo devem ter 1600 ou mais de ataque.
  • Ataques de monstros de efeito podem variar, mas certifique-se de que o efeito irá te ajudar. Monstros com efeito de reversão podem ter habilidades úteis como infligir dano direto ao seu oponente baseado em tipos específicos de cartas que o adversário tem no campo, ou destruindo monstros como "Old Vindictive Magician". Um ataque bom para monstros de efeito nível 4 ou inferior é de 1600 ou mais (a menos que seja um monstro com efeito de reversão, onde o ataque não importa). Se eles podem atacar diretamente, ou permitir que outro monstro aumente o ataque, não importa o seu ponto de ataque/defesa. Alguns não podem ser destruídos se o monstro tiver uma determinada quantidade de ataque, o que é bom para monstros em modo de defesa, e alguns podem atacar/defender mais de uma vez. Esses são os bons monstros. "Shield Wing", que só tem 900 de defesa pode defender duas vezes por turno e não ser destruído.
  • Cartas que necessitam de um tributo devem possuir no mínimo 2300 de ataque. Tenha 4 ou menos dessas.
  • Cartas que necessitam de dois tributos precisam de pelo menos 2600 de ataque. Termine a seção de monstros de seu baralho com essas cartas.
16
Cartas armadilha são úteis, principalmente as que impedem ataques de monstros inimigos. 
Você deve ter aproximadamente 6 cartas desse tipo. Alguns exemplos são: “Scrap Iron Scarecrow”, “Negate Attack” y “Sakurestu Armor”. “Spellbinding Circle” e “Nightmare's Wheel” que impedem que seus monstros sejam atacados enquanto elas permanecerem no campo.
  • Você deve ter dez cartas armadilhas, portanto pegue outras quatro que irão lhe ajudar no jogo também.
17
Cartas de magia regulares devem destruir os monstros do inimigo, infligir danos e fazer o seu monstro ganhar grandes quantidades de ataque.
Você deve possuir cerca de 7 a 10 cartas dessas.
  • Há também cartas de magia rápidas. Elas possuem um ícone de raio ao lado da palavra "Carta de Magia" impresso na carta. Você deve ter de 3 a 5 delas, porque elas podem ser usadas na vez de seu oponente. "Book of Moon" é uma carta comum desse tipo.
18
Evite usar cartas proibidas. 

Alguns exemplos são “Graceful Charity” e “Pot of Greed”. Essas cartas são conhecidas por serem tão fortes que fazem o jogo perder a graça.
  • Lembre-se de nunca usar cartas proibidas em torneios. Você pode usá-las quando for duelar com um amigo, desde que ele aceite.
19
Teste seu baralho desafiando adversários mais difíceis, e então faça seu baralho ainda mais forte realizando as mudanças necessárias.

20
Atualize o seu baralho! 

Espere por novos pacotes a serem lançados e compre caso sejam úteis para você. Tome cuidado pra não se prender somente as cartas novas e se esquecer das antigas, que muitas vezes podem ser melhores para o seu baralho.

Como está pronto para um duelo e como aprender seu Deck?:

  • Duele regularmente. Assim você irá aprender mais sobre o jogo, seu baralho e sobre você mesmo. A prática realmente leva a perfeição.
  • Mantenha sempre seu baralho bem balanceado, e com cerca de 40 cartas que trabalhem em conjunto, como no baralho “Marik Gravekeeper” por exemplo. Você podeter todos monstros “Gravekeeper” e também o “Necrovalley”. Assim ,você deve achar outras cartas que afetem o plano de jogo seu ou de seu oponente. Como um monstro “Gravekeeper” + “Necrovalley” + qualquer carta que beneficie monstros tipo trevas = Ótima estratégia!! Lembre-se: tenha cartas que trabalhem como um time. Procure cartas que comecem com o mesmo nome, como “Elemental Hero” ou “Dark Scorpion”, e tenha magias, armadilhas e fusões que atuem em benefício deles.
  • Tente modificar o seu baralho até chegar próximo a perfeição.
  • Frequente a loja de cartas de sua cidade para fazer amigos, trocar cartas e aprender novas técnicas.
  • Nunca perca a sua postura durante uma partida; mantenha boas maneiras. Um duelo é apenas um jogo, com intuito de divertir, relaxar, fazer amigos e infelizmente gastar dinheiro!
  • Comece com um baralho estrutural e vários pacotes de cartas (“Dragunity Legion”, “Stardust Overdrive”, and “Hidden Arsenal 3”, etc.)
  • Algumas cartas podem ser boas, mas se você não sabe usá-las corretamente, deixe-as em seu baralho secundário.
  • Tenha em mente os possíveis baralhos do oponente, e monte um baralho secundário de acordo com as probabilidades.
  • Considere completar o seu baralho extra com uma variedade de monstros “Xyz”, “Synchro” e “Fusion”.
  • Fique atualizado a respeito das cartas proibidas.
  • Se você não tem muitas ou nenhuma pessoa para jogar, não desista!
  • Bons baralhos não fazem bons duelistas. Bons baralhos E boas habilidades fazem um bom duelista. Pratique sempre.
  • Pratique sempre e encontre as fraquezas de seu baralho, consertando-as pouco a pouco.
  • Não se esqueça dos monstros tipo “Synchro”.
  • Se seu baralho de 40 cartas for completamente usado muito rapidamente, adicione mais 15 a 20 cartas. Lembre-se que você só pode ter no máximo 60 cartas no baralho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário